terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Não leve tão a sério...

Não levem a sério tudo o que eu disser...(escrever)
Ou entendam como quiser. Apenas ofereço ritmo às minhas palavras.
Alguns dos meus sentimentos são sólidos como adamante. Outros até mesmo a mais leve brisa poderia desintegrá-los.
Sabe aquele momento em que dois corações apaixonados discutem, brigam e fecham a cara um para o outro. Mas aí, é quando um simples olhar risonho pode repentinamente entregá-los aos mais belos risos e tudo é só amor.

Bom é isso, não precisa levar a sério tudo o que digo.
Apenas ofereço ritmo às MINHAS palavras. Alguns dos meus sentimentos são sólidos como adamante. Outros, os que não se referem a gostar, somar, se apaixonar, sorrir, multiplicar, amar....são apenas fantasias. Birra de criança que faz bico pra ganhar um doce.
Acho que a vida também pode ser um pouco, de fantasia.

Não precisa levar a sério tudo o que digo...

W O R D S

Uma forma linguística
Que pode significativamente ser falada em isolamento
Conversa
Expressão
Uma promessa,
um suspiro
Na realidade uma mentira
Uma mensagem do paraíso ou
Um sinal do inferno
Me conte um segredo
Eu te dou minha palavra
que nunca contarei.
Linguagem que é usada na raiva
Sentimentos pessoais que indicam perigo
Um comentário rápido,
uma expressão
Informação

Não misture palavras
Não seja evasivo
Fale o que pensa
Seja persuasivo
Uma promessa
Um compromisso
Comunicação
Palavras...

(Words escrita por Madonna and Shep Pettibone)

Um comentário:

Nobre Epígono disse...

"Acho que a vida também pode ser um pouco, de fantasia."

Também acho isso. Eu, pelo menos, fantasio muita coisa no meu blog. Crio personagens em histórias que "às vezes" expressam o que tô sentindo no momento.

Massa a música da Madonna. Coloquei duas no meu último post.

É isso. Sucesso nas palavras, rapaz.

Abraço.